A chuva também atingiu a província de Pernambuco nos últimos dias, com destaque na quinta-feira (16), com recordes de enchentes, inundações e furacões.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), vários municípios, principalmente os do Agreste e Zona da Mata Sul, foram afetados. Municípios como Barreiros, São José da Coroa Grande, Água Preta, Xexéu e Palmares registraram entre 80 e 150 milímetros de chuva, entre quarta e quinta-feira. Na sexta-feira (17) as chuvas diminuíram nessas áreas.

Na região metropolitana do Recife, a previsão é de baixa pluviosidade, mas ainda há áreas de armazenamento para a rodovia PE-060. Desde que as tempestades atingiram o estado nas últimas semanas, 130 pessoas morreram. O último número de mortos é de uma mulher atingida por um deslizamento de terra em Bom Conselho, distrito do Agreste.

A Coordenação de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) informou que na comunidade da Usina Santa Teresa, município de Água Preta, Zona da Mata Sul, cerca de 50 famílias foram despejadas. Houve danos à comunidade de Várzea do Una, São José da Coroa Grande. O Rio Jacuípe e seus pequenos afluentes do Rio Una, Barreiros, inundaram algumas casas em Santa Gorete e Lotts.

As fortes chuvas em 49 municípios pernambucanos nas últimas semanas deixaram 17.700 desabrigados e 24.300 desabrigados.

Em caso de incidente, a Defesa Civil solicita que você ligue para o Centro de Operações no 199 ou 3181-2490, além do Corpo de Bombeiros, que pode ser chamado 193.

By admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.