Entrar no Sítio com um ingresso para a unidade é uma forma de ajudar organizações que ajudam os pobres e ainda desfrutam da cultura nordestina em todo o seu contexto. O que se espera do diretor da unidade, Tupac Dantas, é que as doações só aumentem. “Foi um sucesso nesta primeira semana, além das expectativas. Se essa velocidade continuar poderemos doar para diversas instituições ao longo do mês”, disse o diretor.

O primeiro centro a receber essas doações foi o Centro de Assistência Social e Humanitária – A Casa do Idoso e do Deficiente, localizado no Jardim Paulistano. Como resultado da epidemia, as doações para instituições de caridade caíram drasticamente, de modo que o retorno do evento de junho também contribuiu para as receitas do Centro.

A assistente social e coordenadora do Instituto, Goreth Conserva, comentou sobre a alegria de encontrar comida e como isso ajudará a sustentar a ONG. “São tantas emoções, é uma forma de manter a casa. Trabalhamos com doações, com esses alimentos temos alimentos para os próximos 6 meses”, disse o coordenador.

As doações foram feitas pela professora Cléa Cordeiro, sócia da Vila Sítio São João. “Além dos eventos e da cultura, é importante focar no dinheiro. Está tudo bem, se você fizer essa doação você não sabe quem vai receber, de quem você vai se beneficiar, você está fazendo o bem para os outros e para você mesmo”, disse Cléa.

“Com um ingresso unitário, temos a oportunidade de ajudar essas pessoas e garantir o emprego de mais pessoas. Nosso objetivo é conseguir pelo menos 8 toneladas até o final do evento, muitas instituições serão beneficiadas dessa forma”, concluiu Tupac.

By admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.